Vila Sassetti - Sintra

Construída em finais do século XIX, a Vila Sassetti é ainda um pequeno tesouro que muitos desconhecem.


Num tempo em que Sintra era o local escolhido pela alta sociedade para passar o Verão, o italiano piemontês Victor Domingos Sassetti abre o Hotel Victor bem no sopé da Serra de Sintra, no centro da vila.


Esta família tinha já outros hotéis, sendo o mais conhecido o Hotel Braganza em Lisboa (que se encontrava na actual Rua Victor Cordon). Neste hotel em Lisboa ficavam ilustres viajantes nacionais e internacionais (o Rei do Suão, a Rainha da Suécia ou embaixadores do Japão) e reunia-se semanalmente o grupo "Os Vencidos da Vida". Talvez alguns de nós se lembrem deste hotel, por já terem imaginado os cenários descritos nos romances de Eça de Queirós!


Após a morte de Domingos, é a mulher que fica a gerir os hotéis, mas anos mais tarde, o fiilho Victor Carlos Sassetti passa a gerir os negócios da família. As idas mais frequentes até à Vila de Sintra fizeram-no ter vontade de construir uma casa de Verão para si. Sendo ele um grande apreciador da obra de Luigi Manini, que foi responsável pela decoração do hotel em Lisboa, Victor Carlos desafia-o a ser o arquitecto da sua casa de Verão e juntos criam a Vila que podemos ver hoje em dia.

Victos Carlos sentia que ele era a pessoa perfeita para imaginar uma casa e um jardim que criasse a envolvente certa entre natureza e construção humana.

Victor Carlos adquirira 3 terrenos para construir o seu sonho, e entre riachos, jardins, segredos e vistas, surgiu a Vila Sassetti, num estilo romântico que nos relembra o passado de Sintra, mas também a arquitectura da Toscana!


Victor Carlos faleceu pouco depois da I Guerra Mundial e o seu filho, Carlos Sassetti toma a decisão de alugar a Vila em Sintra s Calouste Gulbenkian. Mais tarde acaba por vender e a propriedade acabou por ter diferentes proprietárias que foram remodelando o espaço e até modificar-lhe o nome. Quem já ouviu falar na Quinta da Amizade? Pois é, trata-se exactamente da mesma propriedade.


Em 2004 a Câmara de Sintra consegue adquirir este espaço. O exterior está já aberto ao público, tornando-se num ponto de passagem para quem escolhe subir até ao Parque da Pena a pé.


Este percurso que serpenteia pela serra, com bastante inclinação, está muito bem demarcado e sinalizado e é uma óptima sugestão para respirar ar puro, ver vistas magníficas e mexer o nosso corpinho!

Não percam mais tempo, descubram este lugar que certamente vos fará suspirar!





Bons passeios. Aproveitem bem a vida.


PS - A This is Lisbon Walking Tours organiza um passeio a este local.


#ateiadaguia

#aguiasugere

@la.petite.sardine.tourguide

You Might Also Like: