Graciosa - Reserva da Biosfera

Deveríamos pelo menos uma vez por ano, visitar lugares que nos relembram que somos apenas mais uma espécie deste Planeta. Não somos os mais importantes e nem temos poder sobre todos os outros, sejam eles animais ou plantas, ter a noção de que a Natureza sim, manda nisto tudo, é essencial para domar o ego da espécie humana.


Chegar à Ilha Graciosa é sentir insularidade e tudo o que isso implica, é sentir conexão com a Natureza, ao mesmo tempo que relembramos e valorizamos tudo o que temos na nossa vida, sendo gratos por tal.


Esta ilha de forma oval com 12,5 quilómetros de comprimento e 7 quilómetros de largura, tem 4 391 habitantes (dados de 2011), que se espalham pelos 60,66 km2 que constituem a superfície da ilha.

É a segunda ilha mais pequena dos Açores, classificada pela UNESCO como Reserva da Biosfera, em função da enorme variedade de importantes espécies naturais no seu território.

A maior atração na ilha é a Caldeira e a Furna do Enxofre, a caverna no fundo da caldeira que foi explorada pelo príncipe Alberto I de Mónaco (trisavô do atual Alberto II do Mónaco) e por D. Carlos (1901). Para aceder à gruta, descemos uma escada em espiral de 183 degraus até ao chão da caverna, onde se estende uma lagoa de água fria.

Inaugurada em 30 de julho de 1939, a atual escadaria é uma grande melhoria à descida por corda feita pelo príncipe Alberto I de Mónaco e pelo açoriano Francisco Afonso Chaves – dois homens de origem distinta, mas unidos por aventuras em nome das ciências.

A Caldeira oferece paisagens de grande beleza, distribuídas numa depressão circular de ori. Esta caverna fascinante tem como característica principal o seu teto abobadado formado por lavas de baixa viscosidade. O seu acesso é feito a partir de um túnel de 200 metros que atravessa a cratera. No seu interior há um lago de água fria e um campo de desgaseificação formado por uma fumarola contínua e emanações contínuas de dióxido de carbono, que mudam com as condições ambientais. A sua formação natural e rochas que imitam um rosto gigantesco chamado “O guardião” da caverna encantam os visitantes

Com este colapso, e posteriormente a drenagem do lado de lava, originou a Furna do Enxofre. Esta caverna fascinante tem como característica principal o seu tecto abobadado formado por lavas de baixa viscosidade.

O acesso é feito a partir de um túnel de 200 metros que atravessa a cratera. No seu interior há um lago de água fria e um campo de desgaseificação formado por uma fumarola contínua e emanações contínuas de dióxido de carbono, que mudam com as condições ambientais. A sua formação natural e rochas que imitam um rosto gigantesco chamado “O guardião” da caverna encantam os visitantes.



Outros destaques para quem visitar esta Ilha:


Barro Vermelho, uma zona de lazer e balnear de bandeira azul,


Santa Cruz e as suas igrejas e o Museu da Graciosa.


Piscina Natural do Boqueirão - piscina semi-natural de água salgada


Adega Cooperativa Agrícola da Ilha Graciosa - A marca Pedras Brancas popularizou-se através da aguardente, mas agora também produz vinho branco e tinto. Aqui pode ainda adquirir outros produtos locais como os doces de ananás, as meloas, as queijadas ou os pastéis de arroz.


Miradouro de Santa Cruz


Praia de São Mateus - areia quase branca


Moinhos de Vento - outrora esta ilha foi a maior exportadora de cevada do arquipélago


Ponta da Restinga - um miradouro maravilhoso sobre o mar de onde poderá ver o Ilhéu de Baixo, e com sorte a Ilha Terceira. O ilhéu tem apenas nove hectares, mas é um vital refúgio para as aves marinhas.


Termas de Carapacho - com águas diretamente vindas da Furna do Enxofre e usadas no tratamento de doenças reumáticas, da pele, através de banhos de imersão de água termal (com temperaturas à volta de 35-40 °C, ricas em magnésio e sódio).


Porto Afonso - com arribas escarpadas de tonalidade encarnada, sentimo-nos de repente numa paisagem lunar! O cais, tipicamente usado para pesca, é reaproveitado no verão como zona balnear. Ao passar pela área, avista as grutas naturais usadas como abrigo para os barcos de pesca.





Fotografias cedidas por Carlos Garcia.

Bom Verão, descubram Portugal!


#ateiadaguia #aguiasugere

@la.petite.sardine.tourguide


You Might Also Like: