Na Margem Sul

Atravessem o rio, de carro ou de barco, mas atravessem, com calma, com aquela sensação das férias, de um momento para respirar, aproveitar, olhar, escutar, quer esteja trânsito ou não, atravessem-no a sentir que vão desfrutar da vossa vida.

A travessia só por si é um prazer: a Lisboa que se estende, a Serra de Sintra que a protege, o farol que a defende, as pontes que unem norte e sul.

Chegados à margem sul dirijam-se a Almada e estacionem no início das ruelas da Almada antiga.

Andem a pé, sintam a história e as estórias que por ali aconteceram, as fachadas das casas, o empredado, os santos aqui e ali e no meio desse passado o presente cheio de vida.

Os restauros, as remodelações, as lojas novas, os restaurantes e bares, as galerias de arte e já na falésia o Elevador.

Este inesperado elevador leva-vos aos pés do rio. Dali podem percorrer o pontão e sentir a vida dos tempos em que a pesca era senhora e rainha nessa zona, ou que o porto funcionava em pleno. Cacilhas, Ginjal, terras que estão prontas para renascer, para vos receber.

O relvado convida a sentar e a respirar estas imagens:

Atravessem ao fim do dia, para que no jardim, no pontão, ou já preparados para jantar, possam assistir a um dos espectáculos gratuitos da Natureza, deste Universo que tanto temos de preservar:

Dica: o Elevador funciona das 08h às 00h.

Preço - 1€

Sugestão: jantar no Atira-te ao Rio, um menú inesperado, delicioso, cuidado e claro, com pratos vegan!

Disfrutem a Vida!

You Might Also Like: