Esperar o inesperado

Por vezes em conversas com amigos, quando lhes digo que ainda não sei qual vai ser o programa do meu grupo no dia seguinte, a reacção é de surpresa e de nervosismo da parte deles! Sim, eles dizem-me que se estivessem no meu lugar não conseguiriam, porque não saber o que é suposto fazer dali a 12 horas é muito stressante! Ora bem... bem vindos ao meu mundo! Ao mundo dos Guias Oficiais! Muitas vezes o programa chega às nossas mãos apenas na noite anterior à chegada do grupo e se algumas vezes fazemos "glup", nas outras, já nem pensamos nisso. Desta vez era suposto estar em stand by no cais. O que é que isso significa? Se um colega tiver algum problema e não conseguir ir trabalhar, o guia que está em stand by fará o tour que teria ficado sem guia! Sim, um tour qualquer, de Lisboa, a Fátima, a Évora, a Sintra, o que for preciso. Confesso que estava esperançada que ninguém falhasse, são já tantos os dias seguidos a trabalhar que ansiava por um dia praticamente livre. Mas não, a Vida tinha outros planos. Ainda estava a sair do metro quando ligam-me da agência a informar que uma colega iria faltar, logo teria de ir fazer o tour de Lisboa com eléctricos! Portanto, aquele dia que era suposto eu estender os pés no sofá ficou assim: tour de eléctrico com direito a avarias na linha, 5 pessoas de bengala clientes com diabetes que não souberam calcular os tempos de comida e muito calor. Mas se pensam que a frase seguinte inclui as palavras "que dia horrível", enganam-se! Este grupo foi maravilhoso. Perante tantos supostos contratempos eles sorriam, arranjavam soluções, ajudavam, foi fantástico! Divertimo-nos muito, mesmo muito. Fica aqui uma lição: a Vida é a reacção que temos perante o que nos acontece!

You Might Also Like: