A parte mais moderna de Lisboa

É bom quando surge um programa totalmente diferente. Exige estudo, mas essa exigência é uma das coisas que gosto na minha profissão. Desta vez o tour foi à parte mais moderna de Lisboa, o Parque das Nações. Entre passado, presente e futuro, as explicações foram um misto das minhas memórias felizes na Expo, com a história da cidade. A cada frase que dizia, a cada assunto que desenvolvia, um outro novo aparecia e de tanto falamos nesta manhã. Uma teia que nem tinha percebido bem que seria possível tecer. Adorei, até porque muitos deles tinham estado aqui em 98, e a partilha de histórias é uma das outras coisas que gosto na minha profissão!

You Might Also Like: