Entrevista "Cool" - Hugo Makarov

O Hugo é alguém que transporta consigo sempre uma energia positiva, vibrante e cheia de força. Chegamos ao pé dele e apetece-nos de imediato esboçar um sorriso e sacudir de cima dos ombros qualquer coisa que nos incomode. Esteja onde estiver, papel e lápis estão sempre por perto e enquanto se conversa, ele desenha. BD, tatuagens, amigos e escalada são das coisas que mais gosta na vida. Um sonhador que põe em prática os seus devaneios, tal como as linhas que vai criando: ora no papel, ora na pele ou até numa rocha! E onde é que podes ver a sua obra? Nas paredes da Pensão do Amor, no elogio ao Fado das Escadinhas de São Cristóvão, nos armazéns da Lx Factory, numa Popota dançarina, na Moda Lisboa (onde esteve a marcar corpos) e acabadinho de sair do forno (vais perceber, ao ler a entrevista, que falamos com ele poucos dias antes dessa novidade poder ser revelada), o livro “O Principezinho” anotado por José Luís Peixoto e ilustrado por Makarov. Já agora, em jeito de segredos que a sua timidez leva tempo a revelar, o Hugo chama-se Martins, é a sonoridade romântica e forte dos nomes russos que o inspirou a adoptar Makarov! Como vês, uma mão cheia de razões para estar nesta lista e dar um belísismo mote ao nº 37. Acede à entrevista para a Le Cool Lisboa aqui

You Might Also Like: