Então mas?

March 1, 2017

Certa vez recebi um pedido de uma agência para preparar um tour de Sintra e Cascais com grande ênfase em História de Arte. Informaram-me que era um grupo de professores universitários dessa disciplina, vindos da República Checa e que teriam muito interesse na arquitectura dos palácios em Sintra. No tour estava incluído o Palácio da Pena e o Palácio da Vila com regresso a Lisboa pela marginal com uma paragem (caso houvesse tempo) em Cascais.

Empenhei-me na missão e fui aprofundar conhecimentos, fazer mais pesquisas, encontrar comparações com palácios ou estilos arquitectónicos e artísticos desse mesmo período na República Checa. Estudei e estudei.

Chegado o dia sentia aquele misto entre ansiedade e muita vontade de colocar o estudo todo em prática.

Fui ter ao hotel, encontrei o motorista, informei- do programa do grupo e dirigi-me à recepção para encontrá-los. 

O grupo já lá estava: 10 pessoas todas de calções e chinelos, chapéus de palha na cabeça e sacos de plástico na mão, tão contrário à imagem que tinha criado na mente de 10 professores universitários ávidos de saber!

Apresentei-me e após os primeiros minutos para saber se tudo corria bem na viagem decidi falar do programa do nosso tour! 

"- Palácios?" perguntaram eles?

O que eles queriam muito era ir para a praia, "até podiamos passar em Sintra para provar as queijadas, mas nós queriamos praia e temos os bikinis e fatos de banho aqui nos sacos. Está frio no nosso país, aqui faz sol, não acha que deveríamos aproveitar?"

 

Assim foi, eu de fatinho na esplanada do café da praia e eles felizes nos banhos de sol!

Quando recebo pedidos especiais temáticos penso sempre neste grupo e qualquer nervosismo é logo relativizado!

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Entrevistada para Life & Style

October 15, 2019

Quando viajares pensa nisto:

October 15, 2019

1/15
Please reload

You Might Also Like: