Se surgissem nos momentos em que são mesmo precisos...

February 28, 2017

Há duas coisas que atraem sempre a atenção de um grupo.

Duas coisas que retiram a atenção por completo e por longos minutos.

Duas coisas que fazem com que o grupo queira começar a tirar fotos sem parar, a comentar, a rir, a caminhar, normalmente, para o lado contrário de onde deveria ir.

 

Se ao menos essas duas coisas surgissem naqueles momentos em que precisamos! 

Nos momentos em que precisamos mesmo encurtar uma explicação. Mas não. Por norma surgem exactamente quando necessitamos que o grupo recupere tempo perdido para que possa cumprir horários e não o contrário (perder ainda mais tempo), e/ou em situações de grandes multidões levando a que facilmente as pessoas se percam.

 

   -  Noivas... noivas e os seus vestidos! "Não, temos que esperar pela noiva, temos que ver o vestido.", dizem-nos sempre.

    -  Animais... no acto de procriação! "ahahahahahah olha como ele se atira a ela, aahhahahah olha ela a fugir, ahahahahahah" e sentimo-nos no National Geographic.

 

A explicação? Essa já ficou perdida. 

O desafio está na estratégia encontrada para reunir o grupo e fazê-lo mover-se para onde é necessário o mais depressa possível. 

Ou então... juntarmo-nos a eles:  "Ah a noiva, vamos ficar à espera de vê-la? E a madrinha será aquela? E o noivo? Ah, vem ali o carro"! Por vezes sorrir e descontrair é o melhor.

Tags:

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

A Dica da Cristina - As andorinhas

July 8, 2020

Workshop: Como se faz um Azulejo de aresta viva

July 2, 2020

1/15
Please reload

You Might Also Like: