Estou sim? Senhor ladrão?

February 28, 2017

Após o tempo livre no Rossio, ao voltarem ao autocarro, um dos casais do tour diz-me ter sido assaltado enquanto tomava um café numa esplanada. Infelizmente este tipo de situação tem ocorrido com alguma frequência.
Perguntei se queriam ir à polícia, mas a senhora diz-me que não. Insisti porque apesar de tudo vale sempre a pena fazer queixa. Voltou a responder que não seria necessário, que o dinheiro não seria certamente devolvido, que os documentos importantes tinham ficado no navio, tinha apenas os cartões de crédito. A única coisa que tinha pena era os óculos de sol, ah e também o telemóvel.
Não insisti, mas pensei em confirmar que já teria ligado ao seu banco para cancelar os cartões. Ao que q senhora me responde: "não, não será necessário, eles não sabem o meu código!"
Ok... mas podem tentar descobri-lo... "não, não, eles não conseguem".
Desisiti.

Continuamos a visita. Ao chegarmos de volta ao cais, nas despedidas o mesmo casal aproxima-se:
"Cátia estavamos aqui a pensar se poderias ligar ao ladrão e perguntar-lhe se ele podia vir devolver os óculos de sol?"
"!!!!! desculpe?"

"o meu marido liga para o meu telemóvel e o ladrão certamente irá falar português, podias falar-lhe e explicar-lhe que venha aqui ter só para devolver os óculos. O resto não faz mal."
Silenciei, ainda tentei dizer que aquela hora já o telemóvel estaria desligado, mas não tive tempo, o telemóvel já me tinha sido colocado no ouvido e obviamente dava sinal de ocupado.
"tenta-se outra vez" e o mesmo sucedeu.
"oh pronto, é que os óculos davam-me jeito. Não faz mal, já agora o que achas que vão fazer com o telemóvel? Valia 800€, achas que o vendem?"

pergunto-me por vezes em que realidade vivem as pessoas!!!!
Fui a rir para casa.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Outside Lisbon Tours - discover more of Portugal

November 29, 2019

Lisbon's classics - The Heart of Lisbon Tour

November 28, 2019

1/15
Please reload

You Might Also Like: